Pirineus e Musica Brasileira

domingo, 25 fevereiro, 2007

As duas familias
Foto de quando meus pais vieram aqui em Villeneuve. Da esqueda para direita: Marie, J. Lucas (meu pai), M. Christine, Pascal e M. Cira (minha mae). Pois eh, 3 marias!

(vou editar esse post depois com o nome das cidades)

O fim de semana foi muito bom! A festa de aniversario do Alfredo foi legalzinha… Para variar, o pessoal discutiu bastante sobre economia. Fiquei impressionado porque a mae (temporaria) dele conhece um monte de MPB! Ela e o Joaquim, que eh chileno, gostam bastante de Chico Buarque, mesmo nao entendendo nada que ele canta. Alias, o Joaquim matou a gente de rir essa semana com a assinatura dele. Ele assina “f(z)”. Exatamente, f de z! A assinatura dele eh uma funcao complexa. Ele ate mostou a carteira de identidade dele com a assinatura bizarra e disse que no passaporte tambem eh assim. Voltando para a festa: na hora de cantar os parabens foi muito engracado porque tinha 4 franceses, 4 hispanofonicos e 3 brasileiros (a Yana nao foi porque viajou). A gente tentou cantar em frances, e quando a gente tava tentando aprender, eu percebi que so os brasileiros estavam batendo palma! Pois eh, nem os franceses, nem os chilenos e acho que nem os mexicanos batem palmas no parabens. O mexicano eu nao tenho certeza porque ele era o aniversariante. Eh so no Brasil que o pessoal bate palma quando canta parabens??

No sabado de manha cedo a gente partiu para os Pirineus, novamente com a Marie dirigindo. Fizemos uma parada em Lourdes, onde visitamos o famoso Santuario de Lourdes. Depois fomos para X (editar), uma cidadezinha nos Pirineus. Esse ano os Pirineus esta bizarramente sem neve. A vantagem disso eh que a paisagem ficou muito mais bonita. Ao inves de ver branco para todo lado, era possivel ver neve, florestas, rios, lagoas, pedras, etc. O problema eh que tinha pouca neve. Nao dava pra skiar, tinha um monte de coisa fechada, etc. De qualquer forma, no sabado eu vi um pouco de neve quando a gente estava passeando, a gente brincou um pouco por la e eu fiquei muito triste: Queria ter conhecido a neve quando era crianca!!! Todo crianca devia conhecer a neve! Eh como ir para a praia e brincar na areia. Na verdade acho que deve ser melhor.

No outro dia a gente foi para cidade Y (editar), tambem nos Pirineus. Era parecidade com a cidade X (editar): Uma pequena cidade num ponto alto cercada de montanhas. Quando chegamos, tudo por perto estava verde e so os pontos bem mais altos estavam brancos da neve. Ah, tambem tava chovendo e fazendo um frio fudido! Foi a vez que eu mais passei frio ate agora. Pouco tempo depois que a gente tava la, comecou a nevar! Foi lindo. Ficamos andando um tempao enquanto nevava e ficou tudo branco com pouco tempo. Quando a gente estava almocando, parou de nevar e, com poucos minutos, toda a neve que tinha caido perto da cidade ja tinha derretido e tava tudo verde denovo. Ah, quando a gente estava nessa cidade, fomos alugar umas botas, para nao molhar os nossos tennis. Quando a gente estava na loja, eu escutei um assobio inconfundivel: A Garota de Ipanema! E era um frances que estava assobiando.

Anúncios

Chich Kebab

sexta-feira, 23 fevereiro, 2007

Chich kebab eh o nosso bandejao aqui em Villeneuve-sur-Lot. Temos aquele mesmo sentimento de amor e odio que sentimos pelo bandejao. Teoricamente tratasse de uma comida arabe e a gente levantou a conjectura de que “chich kebab” quer dizer “rato quente”. Perto da hora do almoco a conversa sempre vai invariavelmente para o chich kebab… E depois do almoco sao os estomagos que conversam entre si!

Tem varios chich kebab aqui em villeneuve: a gente ja comeu em 4 diferentes e dizem ja ter visto outros 3! Alem disso, eu vi varios em Toulouse e em Agen (que a gente passou na volta de Toulouse). Acho que o Kebab eh praticamente uma comida tipica aqui na Franca! Tratam-se de uns pequenos estabelecimentos – razoavelmente parecido com os locais que vendem salgado no Brasil – que vendem chich kebab, chawarma e algumas outras coisas parecidas. No ultimo que a gente foi, tambem vendia um “Americain” – que eu imagino que deva vir com algum “brinde”. Todos os funcionarios tem cara de estrangeiro e os clientes, quando nao parecem estrangeiros, sao jovens querendo comer barato.

Nao eh sempre que a gente vai no Kebab, ate porque nao tem estomago que aguente. As vezes a gente almoca pizza, que eh muito boa, e as vezes a gente come um lanche na padaria. Os chilenos costumam comprar coisas no supermercado e fazer um sanduiche-iche, o que sai bem mais barato mas que eu nunca fiz.

Na quarta a gente fez outro happy hour – essa vez com direito a batata frita Pringles, que aqui custa 2€. Era para ser rapidinho, mas gracas a propriedade indutiva do chopp a gente ficou um monte de tempo. Ontem eu fiz um origami modular! Eu ia fazer com as cores do Brasil, mas os papeis verde e o amarelo da papelaria eram muito claros. Acabei fazendo com as cores da Franca.

Hoje a noite vai ter a festa de aniversario do Alfredo – o mexicano que nao assiste chaves e nao bebe tequila – e amanha cedinho eu viajo para os Pireneus!

On y va?

segunda-feira, 19 fevereiro, 2007

Ontem a noite eu escrevi a tal descricao do quadro que eu tinha dito (vide post anterior). Um pequeno parentesis: a professora tinha deixado escolher tambem quadros da exposicao permanente do museu. Escolhi um desses quadros. Tinha uma paissagem de um rio com duas mulheres e um… Esquece, ja fiz isso em frances! Nao vou fazer denovo. Enfim, o texto ficou muito chato e monotono. Por isso eu resolvi fazer algo diferente e mais divertido. Escrevi um texto bem emotivo, falando sobre o que eu senti, falando sobre contrastes das cores, formas e outras coisas assim sobre um… Extintor de incendio! Ficou muito engracado o texto e exigia uma certa interpretacao (e concentracao) para apresentar, o que foi por agua abaixo quando a Yana e o Leonardo comecaram a rir – eles se lembraram que eu tinha comentado que talvez fizesse isso. Eu nao me aguentei e parei umas 3 ou 4 vezes pra rir! Ainda bem que a professora nao ficou com raiva – de fato ela ate gostou da forma que eu expressei que nao gosto de arte moderna. Depois ela ficou falando de umas artes modernas bizarras – quase como chamar um extintor de incendio de arte.

Nessa exposicao dos museu tinha uns quadros muito sem nocao. Tinha um que era todo amarelo apenas com uma pequena parte com detalhes de outro tom. O nome era bem sugestivo: jaunes (amarelos). Esse a Yana vai descrever. Tinha outro que era muito bizarro. O nome era Rugby II e dava pra visualizar um pouco uns 5 jogadores de rugby, mas o quadro era uma mistura bizarra de cores e tinha ate um adesivo pregado. Quando a gente tava olhando eu falei: “Aposto que se alguem pregar um chiclete ninguem vai perceber”. Os brasileiros riram muito!

Toulouse

domingo, 18 fevereiro, 2007

Coloquei um link para o blog do Raul, um dos brasileiros que esta aqui em Villeneuve, na lateral do blog.

A sexta feira foi bem tranquila com relacao as aulas… No final da aula a gente foi no museu, onde teve a abertura (?) de uma exposicao de arte moderna… A professora mandou a gente escolher e descrever um quadro. :(
De noite a gente foi na casa do Raul e vimos um monte de slide de foto que o pai dele tirou da franca. Ele manda muito bem pra tirar foto, mas foi cansativo pq teve muita foto. Ele ficava explicando tudo. Chegou ao cumulo de comecar a explicar o que era uma ilha.
A gente saiu de la direto para um bar. Foi legal mas nao deu pra aproveitar tanto. Motivo? Os bares aqui fecham a 1:00 por causa de alguma lei bizarra.

Ontem a tarde eu fui com o Raul e o Leonardo para Penne D’Agenais, outra cidadezinha muito antiga que tem aqui perto. A cidade fica em cima de uma pequena montanha e eh toda cercada por uma pequena muralha. No topo tem uma igreja bem grande e recente. Na verdade a igreja nao ficava tao no topo… Bem do lado tinha um morro da altura da igreja. La de cima dava pra ver tudo e ver coisas muuito longe. Muito bonita a paisagem la!

De noite eu viajei com o Leonardo e minha familia para Toulouse, a cidade onde a Virginie e o Matthieu estudam. O Matthieu nao estava em Toulouse porque viajou para skiar. Eu ainda nao o conheci, mas to morando no quarto dele. No quarto tem um monte de medalha e taca que ele ganhou em varios esportes diferentes! A Marie que dirigiu o carro, na ida e na volta. Ela tem 17 anos mas, aqui, a partir dos 16 anos pode dirigir estando acompanhado dos pais. Quando a gente chegou em Toulouse, fomos direto para o apartamento da Virginie. Eh minusculo! Tem um banheiro, um quarto e uma minuscula cozinha (com menos de 1 m²). Jantamos pizza sentando na cama e no chao. Obviamente nao tinha como todos dormirem la. Eu fui dormir no apto do namorado da Virginie. O apartamento eh pequeno mas eu curti muito.

No outro dia, apos o cafe da manha no quarto da Virginie, comecamos o passeio por Toulouse. Infelizmente ficou chovendo um pouco o dia inteiro! Andamos o dia inteiro munidos de guarda chuva. Toulouse eh uma cidade bem grande e eh conhecida como a Ville Rose, porque tem um monte de coisa construida com tijolos vermelhos sem nada por cima. Encontramos uma feira que eles disseram que vendia coisa roubada… Praticamente me senti em casa! A diferenca era que as coisas eram muito organizadas e nao tinha ninguem gritando. Os vendedores eram africanos e turcos (talvez). Eu vi varios deles falarem alguma lingua que eu nao conheco. No final do dia, a gente viu de longe uma multidao fazendo alguma passeada. Me assustei logo porque na dianteira vinha uma faixa escrito “Todos Unidos”. Sim, em portugues mesmo! Quando a gente chegou mais perto comecei a escutar o famoso “O povo, unido, jamais sera vencido!”. Eles viraram uma esquina e eu vi um monte de bandeira de portugal. Tentei ir descobrir qual era o motivo da pequena passeata, que devia ter umas 200 pessoas, mas os carros comecaram a passar e eles se distanciaram na direcao contraria a que a gente ia.

Guiness

quarta-feira, 14 fevereiro, 2007

Ontem a tarde a gente teve aula com um professor muito chato! Ele ficou falando um tempao sobre a historia das Bastides e ninguem aprendeu quase nada (apesar de ter entendido tudo que ele falou). Amanha a tarde a gente vai ter aula denovo com ele. :(

O Leonardo, o da familia (temporaria) vegetariana, falou na casa dele que tinha um microondas na escola que a gente podia usar e a familia dele ficou muito assustada, ficou dizendo que dava cancer, etc. Outro dia ele tinha pedido um remedio para dor de cabeca e eles disseram que nao precisava de remedio, era so passar uns 3 min fazendo um movimento especifico com os bracos que resolvia!!

Essa semana todo mundo ta tendo que fazer uma pequena apresentacao. Hoje eu foi a minha vez e acho que foi bem legal. Eu falei sobre o Ceará, comecando por Fortaleza, depois falando um pouco sobre outras cidades litoraneas e depois falando sobre o interior/Caatinga. Fiz a comparacao da Rachel de Queiroz da vegetacao da Caatinga com a da europa – e mostrei umas fotinhas da caatinga seca e verde.

Depois da aula, foi a vez da Guiness. Acabei perdendo o Badminton hoje porque pensei que era as 20:00, mas era as 19:00.

Le Week-end

segunda-feira, 12 fevereiro, 2007

Na sexta a gente foi num bar para aliviar as tensoes… Foi muito massa, pena que dos 8 so foram 6. Na saida, de madrugada logico, a gente foi deixar a Yana em casa. Ela mora meio longe, e por isso so pode ir porque todo mundo disse que ia deixar ela em casa depois. Andamos um bucado mas, por incrivel que pareca, nao nos perdemos. Na volta ainda fizemos algo bem estranho… Alias, estranho para a nossa idade. A gente tocou a campainha de uma casa e corremos!!

No sabado eu acordei tarde e fiquei na merda e, por isso, acabei sem fazer quase nada.

No domingo meus pais vieram aqui… Sim, meus pais de verdade! Passei o dia todo com as duas familias. Eles almocaram aqui e depois a gente foi visitar uma fortaleza muito antiga, que segundo a professora, eh uma das mais bem conservadas da Franca. Depois a gente tomou/comeu uns aperitivos na casa do mexicano. Ele tem uma irma que eh muito timida e vai fazer uma apresentacao tocando clarineta. A gente pediu pra ela tocar e ela foi em outro quarto pra tocar sem a gente ver. Depois da janta meus pais foram pro hotel e hoje eles foram para Lourdes.

Hoje a aula foi mais legal porque a professora colocou a gente pra falar bastante, i.e., teve menos gramatica.

Sei la!

quinta-feira, 8 fevereiro, 2007

Ahhhh! Eh muita aula de frances! pqp…

Agora o pessoal ja comecou a falar sobre matematica e economia durante os intervalos da aula… Um dos chilenos contou uma piada que eu achei muito boa, infelizmente poucos vao entender:

 Espanhol e português são L.D. e espanhol e alemão são L.I.

Ontem eu joguei Badminton. Eu achava que ia aprender rapido por causa do ping pong, mas acabou sendo o contrario. No final eu ate que peguei um pouco o jeito… Hoje fiquei todo quebrado por causa disso. Quando eu cheguei do jogo, fui assistir um amistoso de futebol entre Franca e Argentina. Deu muito trabalho mas eu consegui torcer pra franca (lembrem-se, era contra a Argentina!) A argentina ganhou :(

Ah, um dos brasileiros ta morando em uma casa em que os pais sao portugueses mas vieram para a franca com uns 5 anos e eles tem uma filha de 13 anos. Ele resolveu zoar os portugueses ontem e comecou a falar umas besteiras la e eles ficaram levando na brincadeira, rindo tbm… Ai ele foi contar uma piada de portugues e a meninha falou: “Meu pai nao eh burro! Ele fez essa casa sozinho!” e saiu da mesa de jantar chorando e nao falou mais come ele! Por causa disso, hoje depois da aula a gente foi comprar umas flores e escrever um cartao pra ele dar pra ela.